21 de jun de 2012

Fedor vitória avassaladora!!!!!



Infelizmente não deu para Rizzo, vitória avassaladora de Fedor!

Embora nenhum dos dois atletas não serem mais os mesmos de outrora esse foi um combate de dois grandes pegadores, Gigantes da pancadaria. Fedor vindo de 3 derrotas nos ultimos 4 combates Rizzo dois anos parado, o que talvez tenha prejudicado e feito desse combate fácil para o russo.

Logo no início do combate já dava para ver que as coisas não seriam das melhores para o brasileiro , que já fincava os pés ao invés caminhar no ringue, parecia andar com perna de pau. Outro ponto que não agradou, foi que o Brazuca deixou o centro do ringue para o adversário, e todos sabemos que isso não é uma boa ideia, uma vez que, quem está no centro se movimenta menos e pode colocar o oponente no canto, encurralado virando um alvo fácil  sinalizando o dominio de quem esta ao centro do ringue.

Os Golpes lançados por Rizzo também não agradaram, os socos saiam sem explosão, não esticando os braços, ou seja, golpes lentos e curtos facilitando o trabalho de Fedor, o que acabou sendo um verdadeiro desastre para o brasileiro, que não deu nenhum de seus poderosos chutes.

Já o russo seguiu a cartilha, buscou o centro do ringue e se plantou por lá, ai sim partiu para a caça procurando levar o adversáio para o coner, Fedor caminhava um pouco mais fácil, porém longe do caminhar dos tempos de Pride, quando era mais frio e tinha uma postura mais definida e uma melhor estratégia.

Outro ponto que fez toda a diferença foram os golpes jogados por Fedor, estes com mais potência e maior alcance, sendo rápidos e com endereço certo. O russo marcava a distância com socos e chutes efetivos, diferente de nosso compatriota. Fazendo com que Rizzo provasse de seu antigo veneno.

Pois bem, foi em uma dessas investidas que “O último imperador” com um chute baixo dobrou a perna do brasileiro e com um cruzado liquidou a fatura. Nocautaço! Para isso bastaram pouco mais de um minuto.

Bela vitória, porém, longe de estar entre os pesos pesados do UFC.


Postar um comentário