31 de dez de 2008

Feliz Ano Novo :)

Pois é último post de 2008, desejando um ótimo 2009 para todos!!


E em 2009, o blog terá mais atualizações, mais resenhas de álbuns e comentários diversos.

Obrigado!

30 de dez de 2008

Aquisições :)

As Férias coletivas da Empresa me fizeram muito bem, rendeu dias de descanso, e uma ida a Galeria do Rock aqui em São Paulo com a minha namorada Carla (bjomeliga! :P).

Lá comprei dois álbuns que definitivamente estavam faltando em minha coleção, a pedrada Indestructible do Disturbed, um dos melhores do ano de 2008, em minha opinião, como podem ver no post abaixo.

Outra aquisição é o Euphoria Morning lançado em 1999, primeiro trabalho solo de Chirs Cornell, ex vocalista do Soundgarden e do Audioslave, quando o álbum saiu, eu fiquei muito decepcionado, esperava um rock "soundgardeano".

Ao invés de passagens acústicas, intimistas, e solos vocais, esperava um rockão riffeiro, porém hoje estou bem mais eclético, e vejo como esse Euphoria Morning é bom! Assim como Carry On do ano passado, dois grandes álbuns. (esquecendo essa porcaria do Scream, ao lado do Badalado e incompetente Timbaland).

Boas Aquisições

Foto tirada pela Carla :)

23 de dez de 2008

Reflexões Cotidianas Parte 4 - Planos para 2009....

Com 2008 indo embora, muitas pessoas fazem promessas, e colocam metas para o ano que está vindo, sejam elas pessoais ou profissionais.

Eu prefiro acreditar que colhemos e que plantamos, e a passagem de ano serve como ajuste, e não como uma virada radical. As coisas acontecem de acordo com nosso empenho e vontade de mudança, essas não vem fácil, porém precisam de esforço e dedicação para que se concretizem.

Portanto, não deixe de planejar, listar e imaginar o que quer mudar em sua vida, mas lembre-se de trabalhar em cima das questões e refletir o quanto está fazendo por merecer.

Sendo assim acabem 2008 pensando no que pode ser melhor, e comece 2009 brgando por isso.

Feliz Natal a todos HoHoHo :)

17 de dez de 2008

Os Melhores de 2008

Atravessamos a metade do mês de Dezembro, e como todo bom fã de música, faço a lista com os melhores do ano, e um breve comentário sobre cada lançamento

1) Death Magnetic - Metallica - Os Caras entraram chutando a porta e os haters, álbum intenso, forte, sólido, que venha mais nessa linha no futuro.

2) Indestructible - Disturbed - Guitar Hero fez muito bem à música pesada, colocou solos, e riffs complexos em voga novamente, e o Disturbed seguiu a tendência e adicionou esses elementos ao seu som cheio de grooves, peso e fortes refrões.

3) All Hope is Gone - Slipknot - Os malucos mascarados voltaram, e muito bem, com um álbum diversificado, pesado, mas com melodias marcantes.

4) The Formation of Damnation - Testament - Chucky Billy se recuperou de um câncer devastador, e junto com Eric Petterson remontou quase toda a formação clássica do Testament, com Alex Scholki nas guitarras novamente, um petardo!

5) Dig Out Your Soul - Oasis - A Banda mais arrogante do mundo retorna, com um som psicodélico, melodias marcantes, e as influências dos anso 60 e 70, sem perder a arrogância e a qualidade.

6) Good To be Bad - Whitesnake - Coverdale recrutou uma banda de primeira, e ao lado do excelente guitarrista Doug Aldritch gravou um album bom.

7) Black Ice - AC/DC - O de sempre, e muito bom!

8- Chinese Democracy - Guns N' Roses - Muita expectativa, anos de espera, finalmente o album foi lançado, apesar de faltar a antiga fúria do Guns, conseguiu algumas grandes músicas. Bom älbum.

9) Viva La Vida - Coldplay - Com ou sem Plágio um bom álbum que flerta de U2 a Britpop, com classe e qualidade.

10) The Slip - Nine Inch Nails - Trent Reznor já não demonstra a mesma fúria da década passada, mas continua seu projeto, experimentalismo, desde a sonoridade até a distribuição gratuíta!


Decepção - Nostradamus do Judas Priest, álbum chato, pretencioso sem uma grande música, bola fora!

Melhor Show - Queensryche - Fantástico!

Que Venha 2009.

1 de dez de 2008

São Paulo, A cidade que nunca dorme.

Ontem, Domingão, resolvi fazer um passeio diferente junto a minha namorada , ao invés de pegar o carro para ir até um restaurante na Avenida Paulista, resolvemos colaborar com o aquecimento global, e fomos de Metro.

Até ai nada de especial, mas quando começamos a andar pela avenida mais famosa da cidade a pé, e observar os movimentos, os prédios, o movimento que afastava o "Ar típico de Domingo". A cidade não dorme, não tira folga, as lojas abertas, movimento, algum trânsito de veículos, metro cheio..... Coisas de São Paulo.

Mas impressionante quanto esse gigante nos impressiona, e como ficamos cada vez mais apegados a sua capacidade de entretenimento, diversidade, movimento, agitação.