31 de mar de 2015

Discografia Comentada: Iced Earth (1988-2014) - Parte 1

Começa agora mais uma série de posts  de discografias comentadas, o nome escolhido para a próxima nossa próxima 'saga" é o Iced Earth, banda a qual fui apresentado nos idos de 1998 e me tornei um admirador do som e da atitude incansável de seu mentor.

A banda foi formada em Tampa, Flórida que tem como líder/mentor/principal compositor/dono o guitarrista Jon Schaffer, que é o maior responsável pelo sucesso e também pelos tropeços da banda em mais de 25 anos  de uma jornada árdua e gloriosa dentro do Heavy Metal.

Com uma discografia extensa e diversas fases, começaremos agora uma viagem em cinco etapas, espero que gostem!

O Inicio

Nos primórdios de sua existência, o embrião do Iced Earth se chamava Purgatory e após as demos Burning Oasis e Horror Show, nos idos de 1986, a então jovem banda trilhava um caminho para lançar um full leght e captar um momento efervescente dentro do Heavy Metal americano.

Com os devidos ajustes, um novo nome foi escolhido (já existia outra banda chamada Purgatory) e sob a alcunha de Iced Earth lança a primeira demo Enter The Realm em 1988



A demo Enter The Realm foi relançada no Box Dark Genesis


Iced Earth (1990)





Com a estabilidade da formação desde a demo, Schaffer encontrou no guitarrista Randy Shawver um grande parceiro, que além de tocar os solos, ajudava em algumas composições contribuindo com o estilo que consagrou o Iced Earth.

No debut auto intitulado a banda chamou a atenção de uma cena em transformação, a Flórida já despontava como berço do Death Metal nos Estados Unidos e muitas bandas do estilo faziam seu nome no Underground, enquanto o Iced Earth caminhava em uma estrada diferente.

A mistura de influências de Metal Tradicional como Judas Priest e Iron Maiden com bases Thrash Metal que lembravam o Metallica eram unidas com uma produção típica das bandas de Death metal, ou seja, um som seco e cru. Esse caldeirão de influências metalicas forjaram o Iced Earth e assim começavam a chamar a atenção.

O disco é direto e empolgante, as bases metralhadas da guitarra de Jon Schaffer viraram marca registrada, bem como as harmonias de metal tradicional exploradas com precisão. 

A faixa Iced Earth é o maior ícone da carreira dos caras,sendo tocada até hoje, Written On The Walls segue a linha da faixa título, sem dar trégua aos ouvintes,  mas com o belo interlúdio acústico adiciona a dramaticidade certa, Colors foi a primeira música do EP Enter The Realm e até hoje é festejada pelos fãs com seu riff certeiro.

A épica When The Night Falls é um momento grandioso, seus oito minutos provam que a dupla Schaffer/Shawver funcionava muito bem, guitarras perfeitas e arranjos impecáveis, vale destacar o baixo incansável de Dave Abel

Apesar do excelente resultado do debut, Gene Adam não era um vocalista a altura do restante da banda, e apesar da perfomance correta, claramente destoa do restante, mas não compromete o resultado final. O barulho foi grande, com um contrato da Century Media, e músicas poderosas o Iced Earth conseguiu destaque maior em solo Europeu. 

Ouça no Spotify



  A Banda

Jon Schaffer (Guitarra e vocal)
Randy Shawver (Guitarra)
Dave Abel (Baixo)
Gene Adam (Vocal)
Mike McGill (Bateria)


Night Of Stormrider (1991)







O giro pela Europa foi proveitoso para a banda que viu no velho continente a oportunidade de se tornar grande, o cenário americano já estava em mudança, a explosão do Rock Alternativo era questão de tempo e o Heavy Metal mais uma vez transitava no Underground.

O resultado do debut foi animador  com um pouco mais de 10.000,00* dólares de orçamento o Iced Earth finalizou um dos seus maiores clássicos, Night Of The Stromrider, que ainda é o sinônimo da sonoridade do Iced Earth. 

Guitarras com palhetadas velozes, bateria e baixo incessantes e vocais agressivos com fortes doses de emoção, a produção assinada por Tom Morris é mais cristalina e a mixagem melhor acabada deu mais poder aos graves, o novo vocalista John Greely era o homem certo para o posto, com um timbre próprio e bastante versátil.

O trio Jon Schaffer, Randy Shawver e Dave Abel estava em perfeita sintonia, montando uma parede sonora impecável, a bateria veloz e precisa de Rick Secchiari dita o ritmo sem pestanejar.

Sem tempo para conversa, a faixa Angel's Holocaust abre o disco demolindo qualquer estrutura com teclados grandiosos e riffs impecáveis, mais um clássico absoluto do Iced Earth, que é emendada pela implacável Stormrider, um Thrash Metal de primeira linha na qual Schaffer assume os vocais.

Falando em clássicos, The Path I Choose não economiza em intensidade, John Greely dá um show a parte com vocais agressivos e cativantes, o refrão é muito forte e o tom épico e apocalíptico mantém o ouvinte tenso. Aumentando a quantidade de canções memoráveis, Pure Evil engrossa as fileiras das músicas aclamadas, remetendo ao Metal Church principalmente no refrão forte e nas harmonias e solos de guitarra.

Para fechar, Travel To Stygian, um tema épico com 9 minutos de muito peso, melodia e intensidade, a influência de Iron Maiden é bem nítida principalmente nas linhas de baixo de Dave Abel, o trabalho de guitarra de Randy Shawver  é digno de aplausos.

Em Night Of Stormrider o Iced Earth se lançou para o mundo do Metal e passou a ser uma das promessas do gênero.



Formação do Night Of Stormrider
*Informação tirada do encarte do box set Dark Genesis




Angels Holocaust e Stormrider ao vivo 1992




Ouça no Spotify



A Banda

Jon Schaffer (Guitarra e vocal)
Randy Shawver (Guitarra)
Dave Abel (Baixo)
John Greely (Vocal)
Rick Secchiari (Bateria)


Os problemas de relacionamento com o vocalista John Greely, que até hoje é bem quisto pelos fãs resultou em sua saída, sem um frontman mas colhendo bons frutos de um grande disco, Schaffer se viu pela primeira vez (em muitas na história da banda) tendo que substituir um integrante marcante. Até que o carismático e talentoso Mathew Barlow apareceu.

Na segunda parte da discografia cobriremos o inicio e o auge da fase que projetou o Iced Earth para o mundo.

Até lá!!

Postar um comentário