10 de dez de 2014

Os melhores álbuns de Hard Rock/ Metal de 2014



Faz uns bons anos que os amantes de Hard Rock e Heavy Metal vem sendo brindados com grandes safras de lançamentos, e neste ano não foi diferente, 2014 nos presenteou com uma grande quantidade de discos muito bons, diversas gerações mostraram serviço e em diversas partes do globo.

Vale ressaltar que selecionar 10 álbuns foi uma tarefa complicada e posicioná-los também não foi fácil, um grande ano com muitos lançamentos digno de aplausos.

Que assim seja 2015!

Os links com os reviews dos discos do top 10 estão disponíveis na classificação dos álbuns



#10 -  Savage Messiah - The Fateful Dark

Abrindo o top 10 dos melhores do ano vem os ingleses do Savage Messiah em seu terceiro disco. O som não traz grandes novidades, mas a forma que as músicas foram compostas e arranjadas é digna de aplausos, tudo é bem feito e direto, um Thrash Metal com toques de Power Metal que acertou o alvo. Mandaram muito bem! Destaques: Iconocaust, Hellblazer, The Fateful Dark e Zero Hour.





#9 - Unisonic - Light Of The Dawn

É muito bom ouvir Michael Kiske e Kai Hansen juntos novamente, mas quem é o mentor, principal compositor e produtor do Unisonic é Dennis Ward, que também pilota o baixo, Light Of The Dawn é mais consistente que o debut e consegue trazer uma gama de influências diversificadas ao Power Metal do quinteto. Destaques: Exceptional, Night Of The Long Knives, Find Shelter e Blood





#8 - Rival Sons - The Great Weastern Valkyries 

Mais um nome da nova geração, o Rival Sons faz um Hard Rock calcado nos anos 70 e pitadas do rock 60's, mesmo não sendo tão arrasador quanto o clássico Head Down (2012), The Great Western Valkyries é um grande trabalho, músicas contagiantes e um excelente trabalho em conjunto, música para qualquer hora. Destaques: Electric Man, Play The Fool, Good Things e Destination On Course.





#7 - Accept - Blind Rage

Os alemães do Accept marcam presença com um disco empolgante, Blind Rage soa vigoroso como uma banda em seu auge, excelentes composições, execução de primeira e muita energia. A velha guarda do Heavy Metal Tradicional foi muito bem representada. Destaques : Stampede, Fall Of The Empire, 200 Years e The Curse





#6 - Korzus - Legion

O Korzus representou muito bem o Heavy Metal brasileiro e lançou um dos melhores álbum de Thrash Metal dos últimos anos, uma pancada sonora vigorosa e muito bem produzida, profissionalismo e talento aliados em prol da boa música. Destaques: Vampiro, Broken, Bleeding Pride e Legion.





#5 - California Breed - California Breed

O encontro de gerações é um dos ingredientes que apimentam a mistura do California Breed, quando o veteraníssimo Glen Hughes se juntou ao já experiente Jason Bonham (que saiu da banda, infelizmente) e ao novato Andrew Watt as coisas fluíram muito bem, um power trio que faz um hard rock vigoroso com boas doses de guitarras e distorções nervosas. Obrigatório. Destaques: The Way, Midnight Oil, All Falls Down e Strong





#4 - Noturnall - Noturnall

Sem dúvidas uma surpresa muito boa do cenário brasileiro, o Noturnall surgiu da junção dos ex-integrantes do Shaman com o virtuoso baterista Aquiles Priester (ex-Angra e Hangar/Primal Fear). O debut tinha tudo para ser um disco de Power Metal sem sal, até que ao colocar o play para tocar vem um baque, som pesado, progressivo, moderno recheado de influências diversas. Um disco excelente. Destaques: Nocturnal Human Side, St Trigger, Hate!!! e  Fake Healers 





#3 - Mastodon - One More 'Round The Sun

A maior prova de que o Heavy Metal se renova constantemente é a forma que o Mastodon vem crescendo no cenário mundial, a boa fase do quarteto se extende nesse petardo, sonoridade ampla e diversificada, menos complexa que nos registros anteriores, o fato de soar mais direto foi um atrativo a mais. Confira sem medo. Destaques: Tread Lightly, The Motherload, Chimes At Midgnight e Asleep In The Deep. 




#2 - Slipknot - .5 The Grey Chapter

O Slipknot entrou em um hiato ao término da tour do disco All Hope Is Gone (2008), após a morte do baixista fundador Paul Gray e a saída do bater Joey Jordison todos davam  banda como acabada, eis que eles juntaram forças a novos membros e lançaram um álbum avassalador. O quinto disco do Slipknot é a demonstração que Heavy Metal não tem barreiras e não precisa ser ortodoxo para ser bom, nesse caso excelente. Destaques: AOV, The Devil In I, Killpop e  The One That Kills The Least 





#1 - Machine Head - Bloodstone & Diamonds

A briga pela primeira posição foi intensa durante o ano, mas desde as primeiras músicas divulgadas a turma de Robb Flynn me cativou, vindo de uma sequencia de albuns sensacionais eles não brincaram em serviço. O grau de maturidade e ambição do Machine Head transformou Bloodstone & Diamonds em um clássico instantâneo. Compre. Destaques: Now We Die, Killers & Kings, Incomes The Flood e Game Over. 


Quase entraram

Kyng - Burn The Serum 

Um nome da nova geração que promete alçar voos mais altos, o Kyng é um power trio que pratica um Hard/Heavy com influências de Black Sabbath e Soundgarden. Um grande trabalho.

Sanctuary - The Year The Sun Died

O retorno do Sanctuary veio em boa hora, uma vez que o Nevermore encontra-se em estado de coma profundo. Mesmo bem diferente dos dois discos anteriores, The Year The Sun Died consegue remeter ao passado mas com um pé no futuro.

Adrenaline Mob - Men Of Honor

Mesmo com a saída de Mike Portnoy, Russell Allen e Mike Orlando tocaram o barco adiante e lançaram um grande disco, dinâmico e cativante, mais um disco que poderia estar facilmente no top 10.

Black Stone Cherry - Magic Mountain

Da safra de novas bandas de Southern Rock, o BSC vem em uma grande fase, música cativante e feita com alma, simplicidade a favor da boa música.
Decepção

Judas Priest - Redeemer Of Souls

Sempre espero grandes trabalhos de lendas como o Judas Priest, mas também entendo quando as coisas não saem exatamente como esperávamos, Redeemer Of Souls não é uma tremenda porcaria mas com uma produção bem ruim e músicas pouco inspiradas conseguiu derrubar muitas expectativas.

Pior Resultado

AC/DC - Rock Or Bust

Eis aqui a definição de "abacaxi do ano" o AC/DC sempre primou por uma produção de primeira, timbres fortes e energia lá em cima, mesmo em discos menos inspirados no passado a coisa funcionava com dignidade. Rock Or Bust é inofensivo, raquítico e totalmente maquiado com pro tools. Esqueça esse disco.


Concorda? Discorda? Fiquem a vontade e postem suas listas!

Postar um comentário