17 de dez de 2012

Os melhores álbuns de Rock/Metal de 2012




Como já virou tradição (menos ano passado quando o Its Electric estava desativado) é tempo de listar os 10 melhores álbuns de Rock e Metal lançados neste ano de 2012.

Ressaltando que voltamos a falar sobre música por aqui juntamente com os posts sobre o mundo do MMA, para embalar o fim de ano,  a minha trilha sonora!



#10 - King Animal - Soundgarden: A Banda mudou muito desde sua primeira fase (1986-1997) e o retorno com King Animal, mostrou um Soundgarden apostando mais em melodias intrincadas e arranjos elaborados, perdeu um pouco da pegada, mas continua executando seu som com maestria e originalidade. Destaques: Been Away Too Long, Attrition e Black Saturday.



#9 - All I Was - Tremonti: Com a pausa do Alter Bridge e finalziando o novo do Creed, Mike Tremonti gravou um álbum solo, com ele nos vocais e guitarra, acelerou o passo e lançou um álbum pesado, confirmando, Heavy Metal com influências de Metallica e Motorhead, grande surpresa! Destaques: All I Was, You Wast Your Time e Things I've Seen.



#8 - Amaryllys - Shinedown: O grupo de Jacksonville, FL, apareceu muito bem misturando Hard Rock, Metal, Southern Rock e incursões mais orquestradas, um grande registro desta banda relativamente nova que vem fazendo sucesso nos últimos anos. Destaques: Bully, Enemies e I'll Follow.



# 7 - Bag of Bones - Europe: O Europe retornou em 2004 com uma proposta sonora diferente do passado, mais apegado ao Hard Rock clássico, Bag of Bones trouxe a tona todo o talento e maturidade dos suecos, que possuem uma carreira muito sólida. Destaques: Not Supposed To Sing The Blues, Firebox e Bag of Bones.




#6 - Afterglow - Black Country Communion: Hughes/Bonamassa/Sherinian/Bonham voltaram com seu terceiro álbum, e possivelmente último, já que Huges e Bonamassa se desentenderam recentemente, entretanto é Hard Rock clássico! Destaques: Big Train, Aftergllow e Cry Freedom.





#5 -  The 2nd Law - Muse - O trio inglês é uma banda de extremos, ame ou odeie, uma sonoridade arrojada, megalomaníaca em alguns pontos. The 2nd Law consegue fundir O rock clássico e o pop, com influências diversas, desde ao Queen até Prince,  um sopro de ar fresco para o Rock meanstream.
Destaques: Supremacy, Panic Station e Animals.


#4 - Silverthorn - Kamelot - Após a saída do vocalista  Roy Khan, o Kamelot passou a ser questionado, como iriam substituir a voz que embalou tantos clássicos por anos a fio? Tommy Kaverik deu conta do recado e fez bonito, e Thomas Youngblood compôs um de seus melhores trabalhos! Destaques: Ashes To Ashes, Jolee, My Confession.



#3 - Unisonic - Unisonic: Kiske e Hansen juntos revitalizaram a parceria do Helloween dos anos 80, e com a supervisão do mastermind Dennis Ward conseguiram resultados ótimos, soando originais e cheios de vitalidade! Destaques: Souls Alive, Unisonic, My Sanctuary.




#2 - Dark Roots Of The Earth - Testament : Os gigantes da Bay Area retornaram com força total, combinando melodia e brutalidade conseguiram alcançar resultados incríveis, nada de se espantar se levarmos em conta a discografia incrivel desses caras! Destaques: Native Blood, True American Hate, Cold Embrace




#1 - Head Down - Rival Sons: O melhor do ano, Rival Sons mostra que muitas boas bandas irão surgir dentro do Rock, o amadurecimento do Hard setentista é vísivel, pública e crítica aplaudiram de pé esse grande lançamento de 2012! Destaques :Keep On Swinging; Run From Revelation; Manifest Destiny Pt1 e 2

Vale mencionar os que quase chegaram lá, como a lista é um top 10, grandes nomes ficaram de fora, mas por algum detalhe, ou ainda, por só colocar 10 nomes como critério principal

Rush - Clockwork Angels (a mixagem deixou a desejar, mas o álbum é muito forte, e mostrou a banda revigorada.); 

Van Halen - A Diferent Kind Of Truth (muito material que já estava pronto há muitos anos, alguns já conhecidos de demos, mas independente disso trouxe grandes sons!); 

Slash & Myles Kennedy - Apocalyptic Love (excelente, poderia estar na lista facilmente); 

The Sword - Apocryphon (boa banda da nova safra, pode mostrar ainda mais!)

A decepção do ano ficou com:  Steve Harris - Britsh Lion, o vocalista arruinou o trabalho.


Postar um comentário