13 de jul de 2012

UFC ON FUEL TV 4 - Weidman Surpreende!

Na última quarta feira 11 de Julho tivemos mais um UFC, desta vez marcado pelo confronto entre dois tops da divisão dos pesos médios, Mark Munoz e Chirs Weidman. E  como MMA é imprevisível tivemos uma grande surpresa no Main event!

Rafael dos Anjos impõe seu jogo

O Brasileiro dominou! 
Na abertura do card principal tivemos a luta do brasileiro Rafael dos Anjos contra o nigeriano Anthony Njokuani, o duelo marcou os estilos, Rafael mostrou grande evolução no Muay Thai, e acertou bons golpes abalando a confiança de seu adversário, um striker nato. Durante os três rounds o brasileiro dominou a luta em pé, nas quedas e no chão, passando a guarda diversas vezes, levando a luta na decisão dos juízes!

Dillashaw vence e convence

Pegando as costas
TJ Dillashaw foi rápido e eficiente, após uma troca de golpes, Vaughn Lee levava vantagem, até que TJ interceptou os golpes e derrubou o inglês, que ao tentar levantar foi mochilado e finalizado em um mata-leão no primeiro round, rápido e convincente!


Carmont finaliza Vemola


Preparando a finalização
Na luta dos pesos médios, o francês Francis Carmont surpreendeu o tcheco Karlos Vemola, em uma luta basicamente agarrada, Vemola tentava derrubar e impor seu ground and pound, Francis, trabalhou a defesa de queda e defendeu muito bem duas guilhotinas aplicadas por seu adversário. No Segundo round, o francês dominou as ações, com um jogo mais refinado conseguiu pegar as costas após um crucifixo e finalizou com muita habilidade. Carmont avançou alguns passos na categoria dos médios, e marcou 3-0 no UFC.

Aaron Simpson vence de forma burocrática

Simpson vence mas não empolga
Em um combate pouco empolgante, Aaron Simpson confirmou seu favoritismo contra Kenny Robertson, dominou os três rounds usando toda sua qualidade na luta olimpica, trabalhando as quedas, e golpeando, sem tentar progredir no solo. Venceu na decisão dos juízes, mas não empolgou.

...e a zebra já passeava no UFC

Te Huna quase foi surpreendido
James Te Huna era amplamente favorito contra Joey Beltran, que vinha de maus resultados como peso pesado, após dominar o primeiro round com facilidade e impor seu jogo até a metade do segundo round, Te Huna demonstrou cansaço e se surpreendeu com o queixo duro de Beltran, que no fim do segundo round começou a acertar golpes mais pesados, e até terminou em vantagem. No terceiro round,   a luta ficou mais franca e Te Huna combinava golpes e quedas, mas acusava o recebimento dos contra golpes, chegando a ficar grogue em alguns momentos... Beltran cresceu e quase nocauteou, porém o com o fim do round James Te Huna espantou a zebra e ficou com a vitória na decisão dos juízes. Boa luta!

Weidman quebra a banca!


Weidman dominou com maestria
O Main event do UFC ON FUEL TV 4 marcou o duelo de dois condecorados wrestlers,  Mark Munoz, vinha de bons resultados e estava a uma luta de uma possível disputa de cinturão e Weidman se projetou no UFC com quatro vitórias, duas delas contra bons nomes como Alessio Sakara e Demian Maia.
 Muitos acreditavam na superioridade de Munoz, mais experiente e com boas habilidades, porém Weidman não tomou conhecimento do adversário e impôs seu jogo, quedando, batendo e tentando finalizar com boa transição no Jiu Jitsu.  
Após vencer o primeiro round de forma incontestável, Weidman manteve a estratégia e derrubou Munoz que conseguiu escapar do jogo de chão justo, e ao tentar um overhand foi surpreendido com uma cotovelada no queixo, caindo já quase nocauteado, Weidman liquidou a fatura com mais golpes e quebrou a banca. No final pediu uma chance contra o campeão Anderson Silva, já que emplacou 5-0 no UFC.

Placar dos Palpites: 2 erros (Munoz e Vemola) 4 Acertos (Rafael Dos Anjos, Dillashaw, Simpson e James Te Huna)
Placar Geral: 28 Acertos e 11  Erros = 71,79%  de Acertos




Postar um comentário