8 de jul de 2012

UFC 148 - Silva calou Sonnen!

Dia 07 de Julho de 2012 vai ficar marcado na história do MMA, marcando a supremacia de Anderson Silva sobre seu maior rival até o momento, o falastrão Chael Sonnen no UFC 148 que o ocorreu em Las Vegas no MGM Grand Garden Arena.


Easton supera Menijvar

Na primeira luta do card principal o equilibrio entre os atletas era notório, em 3 rounds, pouco fizeram numa luta amarrada, porém Mike Easton dominou o centro do Octagon, tomou a iniciativa e acertou melhores golpes, vencendo na decisão dos juízes.

A pancada de Chad Mendes

Bang!
Chad Mendes entrou no octagon para tentar a reabilitação após perder a disputa de cinturão contra José Aldo, e para isso tinha que passar pelo gigante Cody Mackenzie, detalhe, Mendes mede 1,67m contra 1,81m  do seu oponente. Como tamanho não é documento, Mendes imendou bons low kicks, e pressionou seu adversário, até que em uma de suas investidas acertou um lindo direto na boca do estomâgo  de Mackenzie, levando o mesmo a nocaute no primeiro round! Mendes voltou ao páreo para uma disputa de cinturão dos pesos-pena!


Demian Maia fez as pazes com a vitória

Maia usando seu grappling
Demian Maia já chegou a disputar o cinturão contra Anderson Silva, porém após esta derrota jamais conseguiu repetir as boas exibições as quais o credenciaram para a disputa do título dos pesos médios, alternando vitórias e derrotas, o brasileiro resolveu baixar de peso, e retornar as origens do Jiu Jitsu.
Pelo visto a mudança foi boa, logo no inicio Demian grampeou Hyun Kim na grade, trabalhou o clinch para derrubar ou pegar as costas do coreano, com essa estratégia conseguiu cinturar e colocar para baixo,por uma infelicidade Kim machucou a costela, e a luta foi interrompida, vale lembrar que Maia o derrubaria de qualquer jeito e já estava montado. Boa estréia!

O retorno de Cung Le

Chutes e mais chutes

Em uma das lutas mais interessantes do card principal, Cung Le e Patrick Cote travaram um bom duelo, Cote é conhecido por seu poder de nocaute, e uma boa desenvoltura em pé, Le, é um striker muito técnico, com um arsenal de chutes rodados, combinações e quedas.
A luta foi movimentada, e Cung Le pressionou Cote nos três rounds, o canadense contra golpeava bem e levava perigo com bons golpes, porém Le acertava mais seu alvo, principalmente com  chutes e pisões além de conseguir três quedas durante o combate. Sendo assim, Cung Le venceu na decisão dos juízes.

Ortiz se despede com derrota
Troca de golpes em luta morna

Forrest Griffin e Tito Ortiz já estão longe de seus respectivos auges, e isso ficou evidente na luta de sábado, lentos, sem a mobilidade e explosão de outrora, ambos os lutadores protagonizaram um combate fraco, com poucos momentos de emoção, Ortiz foi melhor de forma geral, conseguindo um knockdown no terceiro round, Griffin estava lento, sem potência nos golpes, e com uma péssima pontaria nos chutes. Entretanto na contagem dos juízes, Griffin fechou a trilogia e venceu na decisão.


O reinado de Anderson Silva


Anderson acabando com a polêmica

Chael Sonnen conseguiu sua sonhada revanche e fez dela uma guerra de palavras contra Anderson durante esses dois anos que separaram as duas lutas. O grande dia chegou, o brasileiro mostrou a diferença entre um gênio do esporte e um atleta esforçado.
No primeiro round, o americano encurtou a distância de forma rápida e quando foi golpeado, se esquivou e engatou um body lock indefensável, levando Anderson para baixo, inciando seu efetivo ground and pound, que possibilitou uma passagem de guarda e posteriormente a montada, terminando o round em vantagem, 10x9 Sonnen.
Porém o campeão veio disposto acabar com a luta, Sonnen tentou repetir seu primeiro round, mas Anderson defendeu as investidas de queda, e conseguiu um bom direto que abalou o desafiante, o brasileiro usou seu arsenal de esquivas, joelhadas com golpes certeiros, liquidando a fatura.
Anderson Silva defendeu seu título pela décima vez e calou Chael Sonnen definitivamente. Vejam a luta abaixo!



Placar dos Palpites: 1 erro (Ivan Menijvar) 5 Acertos (Mendes, Maia, Le, Griffin e Anderson)
Placar Geral: 24 Acertos e 9 Erros = 85,71% de Acertos

Postar um comentário