26 de nov de 2014

Korzus - Legion




Nota: 8,5

O Korzus é um dos patrimônios do Heavy Metal brazuca, na ativa desde o a metade dos 80's a banda de São Paulo já passou por todas as experiências possíveis dentro de um cenário totalmente adverso para quem se aventura no universo da música pesada, sobrevivendo e construindo uma carreira sólida, eles chegaram a um dos pontos mais altos de sua jornada com o excelente Legion.

Os memoráveis Ties Of Blood (2004) e Discipline Of Hate (2010) foram sucedidos por um grande registro, Legion é um petardo, uma aula de vigor e profissionalismo, a produção assinada pelo guitarrista Heros Trench é crua mas cuidadosamente bem acabada nos timbres potentes, a mixagem de Marcelo Pompeu coloca tudo no devido lugar.

Musicalmente as coisas fluem com naturalidade, sim aquele Thrashão com a boa e velha influência de Slayer continua sendo a orientação principal, mas notamos momentos mais melódicos combinados com muito peso e intensidade.

A banda mostra que a experiência faz diferença, Marcelo Pompeu vocifera com fúria e emoção, a dupla Heros Trench e Antonio Araújo dão uma aula de guitarras, paredes de riffs, duetos e solos enlouquecidos, Dick Sibert segura as pontas com seu baixo pulsante e Rodrigo Oliveira é um baterista técnico que não pensa duas vezes ao espancar sua bateria.

Toda brutalidade habitual  de seu Thrash Metal estão presentes,as massas sonoras de  Lifeline, Lamb e Vampiro (esta última cantada em português) são demonstrações da mais pura forma de agressividade sonora, fazendo a alegria dos fãs que sempre esperam um recado direto.

Entretanto, um dos maiores destaques da nova empreitada do Korzus é a adição muito bem sacada das melodias como em Broken e  Self Hate, ambas contém solos memoráveis e uma dose muito bem vinda de um groove arrebatador.

Explodindo cabeças Bleeding Pride é um tapa na orelha. O disco fecha com espetacular Legion, uma música grandiosa, com grandes melodias, Pompeu soa muito bem com vocais agressivos e melodiosos, Trench, Araújo e Sibert criam paredes sonoras intensas e Rodrigo implode tudo com uma levada arrasadora, uma música ambiciosa, um épico que encerra o disco de maneira sensacional.

É impressionante e surpreendente como o Korzus mesmo após tantos anos continua melhorando sua sonoridade, compondo de maneira certeira e excetuando tudo com maestria.

Compre e divirta-se


Bleeding Pride



Legion (2014) 
  1. Lifeline
  2. Lamb
  3. Six Seconds
  4. Broken
  5. Vampiro
  6. Die Alone
  7. Aparatus Belli
  8. Time Has Come
  9. Purgatory
  10. Self Hate
  11. Belleding Pride
  12. Devil's Head
  13. Legion
A Banda

Marcelo Pompeu (Vocais)
Heros Trench (Guitarra)
Antônio Araújo (Guitarra)
Dick Sibert (Baixo)
Rodrigo Oliveira (Bateria)

Postar um comentário