25 de nov de 2014

AC/DC - Rock Or Bust





Nota: 4,5


O AC/DC atravessa seu momento mais crítico desde a morte de Bon Scott, Malcom Young se afastou da banda devido a problemas mentais e após dilemas de parar ou continuar, eles optaram por dar continuidade e retomaram os trabalhos em estúdio.

Com uma carreira brilhante e clássicos imortais cada novo disco é um verdadeiro desafio, se em 2008 passaram na prova com o sólido Black Ice, a turma liderada agora por Angus Young não atingiu a nota de corte, é duro admitir mas Rock Or Bust é um disco fraco!

A produção é raquítica e tirou muita potência do som, o AC/DC sempre teve na pegada das guitarras seu trunfo, som simples, mas grandioso, desta vez tudo soa inofensivo e sem grandes traços de empolgação, a estética sonora de Hard Rock direto e cativante continua firme, mas mal acabada sem qualquer força.

Um dos pontos mais baixos do disco são os vocais de Brian Johnson, um dos responsáveis pela continuidade da banda sentiu o peso do tempo, e mesmo com claras alterações de pro tools o trabalho vocal ficou comprometido, Phill Rudd pouco fez além de tocar tudo com uma má vontade tremenda.

A faixa título Rock Or Bust abre o disco e já mostra que existe algo de errado, mesmo com um bom riff e solos bem colocados de Angus, alguma coisa ficou faltando..seria Malcom?

Play Ball não anima, e Rock The Blues Away é uma das piores músicas do disco, refrão fraco e vocais chatíssimos, Miss Adventure melhora o astral evocando o clássico Thunderstruck, seus corinhos infames e guitarras nervosas. Dogs Of War amplia o lado bom do disco,que se tivesse uma produção mais potente poderia ir mais longe, ao vivo pode funcionar muito bem.

A ausência de Malcom pode explicar canções menos inspiradas e as bases mais fracas, mas não podemos aceitar que Got Some Rock & Roll Thunder seja gravada por uma banda deste tamanho, palmas enfadonhas e vocais bem fracos, surfando na onda da decadência, Hard Times, é uma ode ao som inofensivo, um rockinho infantil, bonitinho.

Baptism By Fire traz mais energia, o baixo de Cliff Williams chama as guitarras do estreante Steve Young numa base empolgante, sim aqui temos o AC/DC chutando bundas e colocando a casa para baixo, pegando carona Rock The House tem pedigree da banda, com excelentes solos.

Sweet Candy e Emission Control enterram qualquer chance de reação, colocando a banda em modo automático tocando o trivial, mediano, não mais que isso.

Quer ouvir AC/DC? Coloque High Voltage, Highway To Hell, Back In Black e For Those About To Rock para rodar e seja feliz, enquanto ao Rock Or Bust... passe longe!


Play Ball



Rock Or Bust (2014)

01. Rock Or Bust
02. Play Ball
03. Rock The Blues Away
04. Miss Adventure
05. Dogs Of War
06. Got Some Rock & Roll Thunder
07. Hard Times
08. Baptism By Fire
09. Rock The House
10. Sweet Candy
11. Emission Control

A Banda

Brian Johnson (vocais)
Angus Young (guitarra)
Stevie Young (guitarra)
Cliff Williams (baixo)
Phil Rudd (bateria)
Postar um comentário