19 de fev de 2013

UFC ON FUEL TV 7 - Barão absoluto!

O UFC ON FUEL TV 7 ocorreu em Londres, na Inglaterra, e na terra da Rainha quem reinou absoluto foi Renan Barão que travou uma batalha contra o duríssimo Michael McDonald.

Em um evento recheado de lutas do pelotão intermediário do UFC, não tivemos muitas surpresas apesar de lutas emocionantes e movimentadas.


Três grandes vencedores

James Te Huna enfrentou Ryan Jimmo na categoria dos meio pesados, e após levar um chute alto do canadense e desabar, foi vitima de um ground and pound vigoroso, mas resistiu, segurou a onda e se recuperou vencendo os dois rounds seguintes, avançando rumo ao top 10 da divisão.

Jimmo Acertando Te Huna que se recuperou

Gunnar Nelson, outra grande promessa dos Meio Médios, despachou o brasileiro Jorge Santiago sem grandes problemas. Usando bem sua base do Karate, e usando as quedas e um bom jogo de transição conseguiu anular o Jiu Jitsu de Santiago, a luta pegou fogo no final com uma troca franca de golpes, mas o resultado já estava definido, Gunnar Nelson venceu e deixou Jorge Santiago com sua 5 derrota no UFC.

Gunnar Nelson anulou Jorge Santiago
Como venho escrevendo a tempos aqui, a categoria dos pesos penas é uma das mais disputadas do UFC, com atletas muito bons e combates equilibrados, tronou-se um desafio fazer previsões sobre as lutas, e a prova disso foi Cub Swanson contra Dustin Poirier, um combate equilibrado com um leve favoritismo para Poirier, que teve seu jogo anulado por Swanson, que venceu na decisão dos juízes

Para completar, Matt Riddle venceu Che Mills na decisão e Jimmi Manuwa venceu Cyrille Diabate por TKO devido uma lesão na perna esquerda de Diabate, que não voltou para o segundo round.


Barão coroado na Inglaterra

Barão finalizando McDonald no Katagatame
Na luta principal Renan Barão defendeu o cinturão interino dos pesos galos contra a pedreira Michael McDonald, e a luta foi muito equilibrada, Barão demorou para acertar a distância e McDonald aproveitava para golpear e se movimentar com muita fluidez. Entretanto, o brasileiro soube encurtar a distância e mesclar a troca de golpes com as quedas.

Barão chegou a balançar quando McDonald encaixou um upper que forçou o clinch, mas assimilou bem o castigo e impôs seu jogo, com uma ótima combinação de mãos e chutes ia acertando o desafiante até que um chute frontal abriu um sangramento no nariz de McDonald. O campeão sabia que para vencer teria que explorar seu jogo justo de chão e após inúmeras tentativas derrubou e pegou as costas, Mcdonald se defendeu, mas abriu espaço para um Katagatame justo, apesar de sinalizar ao árbitro que não estava pegando, chegou a apagar e voltar, dando os três tapinhas.

Barão venceu um dos lutadores mais qualificados do peso galo, e aguarda a recuperação de Dominck Cruz, para pegar o cinturão definitivo, o americano vem falando bastante, mas é bom se preparar, porque o brasileiro é muito mais lutador que ele.

Resultado dos palpites: 2 Erros ( Jimi Manuwa e Cub Swanson) 4 Acertos (Riddle, Gunnar Nelson, James Te Huna e Renan Barão)
Placar Geral: 11 Acertos e 9 Erros =  55% de Acerto


Postar um comentário