26 de fev de 2013

UFC 157 - Rousey brilha e Machida avança

O UFC 157 marcou a estréia do MMA feminino na Organização chefiada por Dana White, em uma noite de bons combates e algumas surpresas vimos Rousey confirmar seu favoritismo e Machida avançar rumo a sua title shot.


Robbie Lawler desbanca o favoritismo de Koscheck
Lawler nocauteando Koscheck

Robbie Lawler é conhecido por duas características, um poder de nocaute fulminante e sua irregularidade, desde que estreou no UFC nos há anos atrás até sua carreira no Elite XC e Strikeforce, alternou bons e maus momentos.

Josh Koscheck era favorito, mais regular, com um jogo mais sólido poderia dominar a luta usando seu Wrestling, e o fez, até que Lawler conseguiu uma inversão ao ser colocado para baixo, e explodiu com suas mãos, forçando a interrupção dos juízes, Koscheck apagou por alguns segundos e voltou, fazendo parecer que a interrupcão foi prematura, o que não ocorreu. Koscheck despenca na categoria e Lawler avança!


Faber atropela, e Machida derrota Henderson

Faber deu show!
Urijah Faber atropelou Ivan Menjivar pela categoria dos galos,  após ser derrubado em um Harai Goshi aplicado por Menjivar, Faber já reverteu a posição e passou a imprimir um poderoso ground and pound, Menjivar tentou finalizações da guarda, prontamente defendidas, até que Faber se afastou e pegou seu adversario virando de costas, com um movimento perfeito pulou e engatou os dois ganchos, ajustando a posição e fechando em um lindo mata leão no primeiro round. Urijah Faber se consolida como número 2 na categoria dos Galos.

Machida dominou Henderson 
Lyoto Machida tinha uma parada dura, o veterano, multi campeão do Pride e Strikeforce Dan Henderson, o combate foi morno, Machida sabia do poder de nocaute de Henderson, e manteve sua estratégia defensiva, se movimentando e evitando a potente mão direita do americano.

Com uma queda e uma potente cotovelada aos 10 segundos do fim do primeiro round, Machida avariou Henderson e fautrou 10 x9. Visivelmente lento, Henderson não achava o brasileiro, tentando golpear para nocautear, ele se abriu e foi vitima dos contra ataques, joelhadas no plexo e um potente direto de encontro que chegou a derrubar Henderson, que prontamente se levantou, Machida levou mais um round.

No terceiro e decisivo round, Henderson conseguiu derrubar e ficar por cima boa parte do tempo, mas pouco fez, travado na guarda, não foi efetivo, Machida conseguiu se levantar,  e controlar a distância aplicando alguns chutes. Machida venceu na decisão dividida dos juízes e pode disputar o cinturão da categoria mais uma vez.

Ronda Rousey, a colecionadora de braços!

Ronda levando mais um braço para casa
Ronda Rousey, migrou do Strikeforce para o UFC com o cinturão da categoria, Ronda finalizou todas as suas lutas no Armlock, a judoca é especialista em quedar e pegar braço, a vítima desta vez foi Liz Carmouche.

Entretanto quando todos esperavam um passeio de Rousey, após grampear e quedar a desafiante veio a surpresa, Carmocuhe aproveitou a imobilização da Campeã, que estava com as costas expostas e conseguiu colocar os ganchos, passando para as costas e engatando um mata leão, Rousey se defendeu como pode, e na raça, quase finalizada tirou Carmouche das costas.

Ronda passou a guarda, imobilizou, montou e foi para sua especialidade, com um armlock justo arrancou o braço da desafiante e manteve o agora cinturão do UFC!

Resultado dos palpites: 2 Erros ( Robbie Lawler e Court McGee) 3 Acertos (Faber, Machida e Rousey)
Placar Geral: 14 Acertos e 11 Erros =  56% de Acerto

Postar um comentário