5 de fev de 2013

UFC 156 - Brasileiros no comando!

O UFC 156 vai ficar marcado na memória dos fãs brasileiros de MMA, o Brasil anotou 100% de vitórias nas lutas do card principal, uma noite inesquecível no Mandalay Bay em Las Vegas.


Demian Maia anula John Fitch, Benavidez domina McCall

Na luta de abertura do card principal Joseph Benavidez confirmou seu favoritismo, e mesmo em um combate apertado venceu Ian McCall, e pdoe ter sua chance de revanche contra Demetious Johnson.




Maia pegando as costas
Demian Maia tinha pela frente um dos top 5 da divisão dos Meio Médios, John Fitch, conhecido por amarrar seus adversários com um jogo justo de grappling e resistir de forma incrível às tentativas de finalização. Porém Maia é um exímio faixa preta de Jiu Jitsu, várias vezes campeão mundial, e mostrou suas credencias aos anular completamente seu oponente, em um combate basicamente de submission, Maia derrubou, pegou as costas. mochilou e no final acabou montado, Fitch não foi finalizado, mas foi atropelado, vacilo dos juízes que ao meu ver deveriam ter dado 10x8 no primeiro round.


Pezão e Minotouro quebram a banca!

Pezão demolindo Overeem

Antônio Silva, o "Pezão", tinha um grande desafio pela frente, vencer a grande desconfiança após apresentações péssimas contra Daniel Cromier e Cain Velasquez, mesmo com a vitória avassaladora diante de Travis Browne, muitos se perguntavam como seria a luta contra um lutador da elite da categoria, o holandês Alistair Overeem, que falou muito e desprezou seu adversário em várias entrevistas antes do confronto.

O combate não foi fácil, Overeem, dominou o primeiro round com sobras, golpenado mais, travando na grade e soltando joelhadas e socos no contragolpe, no round seguinte, o Holandês dominou mais uma vez com uma bonita queda e trabalhou por cima, aplicando golpes duros, mas Pezão usou bem sua guarda para desgastar o adversário, e aplicou boas cotoveladas mesmo por baixo. Com a luta voltando em pé, Pezão acertou uma potente joelhada e um direto no queixo, que deixou Overeem visivelmente abalado.  Na volta para o terceiro round, a troca franca de golpes favoreceu o brasileiro que com uma sequencia de socos demolindo o Holandês.

Minotouro controlou a luta com seu Jab
Após um duelo empolgante na luta anterior,  Rashad Evans e Minotouro protagonizaram um combate morno,  Rashad conseguiu vencer o primero round por causa de uma queda, mas sem grande vantagem, inclusive levando atraso na trocação, nos dois rounds seguintes, Minotouro se movimentou bem usou bem o Jab e golpes na cintura, Rashad não desenvolveu seu jogo de velocidade nas quedas e contragolpes, sendo derrotado na decisão dos juízes.

Aldo implacável!

Aldo castigando Edgar

José Aldo defendeu seu cinturão mais uma vez, Frankie Edgar desceu direto dos pesos leves para enfrentar o campeão, mas percebeu que sua vida na categoria não será fácil, Aldo deu um show de técnica e castigou o desfafiante, Edgar tem muito coração! Mas os Jabs, Low Kicks, Pisões e combinações de golpes que iam minando e frustrando o ex-campeão peso leve. Aldo controlou o ritmo, e Edgar tentava apertar a luta acelerando o passo nos rounds finais. Não teve jeito, Aldo foi mais preciso, agressivo e conseguiu estragar a perna e o rosto do americano, ficando com o cinturão, sua sexta defesa consecutiva (contando o tempo de WEC). Que venha Anthony Pettis!

Resultado dos palpites: 2 Erros ( Minotouro e Pezão)  3 Acertos (Benavidez, Demian Maia e José Aldo)
Placar Geral: 7 Acertos e 7 Erros =  50% de Acerto

Postar um comentário