16 de jan de 2014

Os melhores álbuns de Rock/Metal de 2013 #2

Depois de um tempão (põe tempo nisso) sem escrever, cá estou eu com o top10 de 2013 (mesmo estando em 2014 já).

O ano foi extremamente proveitoso, com discos variados, bandas de volta, retomando trabalho, bandas novas, outras com material consistente, e outras decepcionando ... (ou seja, variado mesmo).


Consegui ouvir boa parte do que eu queria ouvir, mas sem precisar forçar estar na lista, seja por nome, ou por falta de vaga... (inclusive vários medalhões desse ano não estão nesse top).

Inclusive um "intruso" no "Melhores álbuns de Rock Metal", por não se encaixar exatamente no estilo. Hehehehe....

Vamos aos Melhores álbuns de Rock/Metal de 2013, por este que vos escreve:


#10 Trivium - Vengeance Falls

Metalcore no meu top? Veja bem...:

Confesso que não é meu estilo preferido, mas o Trivium soube mesclar bem com um "pouco" de Thrash... e os vocais mais limpos, me agradaram... Outro destaque são as 2 linhas de guitarras que proporcionaram riffs e solos interessantes. Além do baterista ser monstro!

P.S.: Ironicamente esse disco foi bastante criticado pelos fãs da banda... então acho que entendi porque um disco do estilo na minha lista...

Você tem que ouvir: "Brave The Storm"


 
#09 Riverside - Shrine Of New Generation Slaves

Já conhecia essa banda da Polônia, porém achava um pouco exagerado o experimentalismo da mesma... Só que... nesse disco de 2013, eles mesclaram bem isso, com algo mais direto, as linhas vocais em alguns momentos lembram-me Pink Floyd... (não só as linhas vocais). Outro destaque fica para as linhas de baixo.

Você tem que ouvir: "The Depth Of Self-Delusion"


#08 Exivious - Luminal

Opa, esse aqui entrou aos 46 do segundo tempo, eu tinha bastante coisa pra ouvir aqui (assim como conferi muita coisa que não tinha ouvido desse ano), e bom... Que banda! QUE BANDA! É um metal Progressivo com doses de fusion, truncado, virtuoso!

Não pensei 2x em colocá-la em meu top10.

Você tem que ouvir: "Immanent"



#07 Royal Hunt - A Life To Die For

O que eu posso dizer de "A Life To Die For"? ... Royal Hunt em sua essência, sem tirar nem por. Você sente como estivesse ouvindo um novo "Moving Target"(1995) ou um "Paradox" (1997), porém, com os arranjos sinfônicos ainda mais presentes. Destaque também para produção impecável.

Você tem que ouvir: "One Minute Left To Live"



#06 The Jan Holberg Project - At Your Service

Grata surpresa, indicada por um amigo (Valeu David!), Joe Lynn Turner tá em todo tipo de projeto, pagou, ele canta. Mas esse realmente chamou minha atenção, foge um pouco do que ele costuma cantar (ainda que tem um pouco de AOR no disco), mas mescla isso, com hard rock, rock n roll classico, blues, soul e FUNK. Por sinal, convenhamos, TODAS as linhas de baixo do discos são muito boas!
... Sim, a pessoa que dá nome ao projeto, é o próprio (baixista).

Você tem que ouvir: "Sensuality"

 
#05 Stratovarius - Nemesis

Uma das principais surpresas do ano, o Stratovarius, que vivia uma reformulação, depois do "abandono" de seu principal compositor (e um dos fundadores), Timo Tolkki, A banda vinha de 2 álbuns "inconsistentes" desde a saída do antigo guitarrista e bom... nesse último disco, desgarrou-se das rédeas ditadas pela "imagem" da banda e resolveu ousar, capitaneada pelo seu novo guitarrista Mathias Kupiainen, seu som tornou-se sujo (muita distorção), riffs crus, com a parte melódica carregada pelo seu tecladista, Jens Johansson. E a mistura é algo SENSACIONAL, é uma nova banda, com som próprio.

Você tem que ouvir: "Halcyon Days"


#04 Niacin - Krush

Achamos o "intruso", JAZZ FUSION foi um dos estilos que mais ouvi esse ano (porém, nas colocações anteriores, sempre misturado com prog rock/prog metal), nesse caso, o power-trio com Billy Sheehan (baixo, integrante do Mr. Big e Winnery Dogs), John Novello (Harmmond B3, piano) e Dennis Chambers (bateria) conseguem te impressionar tamanha precisão, virtuosidade, variação, arranjos complexos, enfim ... Pra quem conhece Niacin, entregou o que a banda sempre entregou nos discos anterioes, pra quem não conhece, pode ser um bom começo. Discaço!

Você tem que ouvir: "That's The One!" (escolher uma só é complicado, esse é pra ouvir o disco inteiro "sem perceber" qual faixa é)


#03 Masterplan - Novum Initium

Depois daquele "Review-bíblia" muita gente achou que Masterplan estaria no top1 (tá, até eu achei), ainda assim, não é AQUELE disco do Masterplan, quem sabe com esse line-up estável, esse disco venha.

Porém, Novum Initium tem seus méritos, é um recomeço para banda, com integrantes novos, com um material (e arranjos) interessantes de Roland Grapow/Axel Mackenrott. Além de seus novos integrantes já chegando e mostrando serviço, dando uma nova cara, sem abrir mão das características da banda.

Você tem que ouvir: "Betrayal"


#02 Alter Bridge - Fortress

Escolher esse segundo lugar foi difícil, mas a banda de Myles Kennedy e Mark Tremonti lançou um disco MUITO forte, um dos ápices da banda. Com influencias de trabalhos individuais anteriores, Myles (e suas notas altas com Slash) e Tremonti (solo, colocando mais peso nos arranjos) agregaram valor ao mais novo lançamento do Alter Bridge. Ficará em destaque facilmente em sua curta (porém rica) discografia.

Você tem que ouvir: "Fortress"


#01 Queensryche - Queensryche

Quando o "defeito" do disco é ser curto demais, é sinal que ele é bom, não é? Então, seus menos de 40 minutos são TUDO o que todo fã (ou quase todos) esperava de uma banda reformulada, com um um novo (e excelente) vocalista, ex-Crimson Glory, Todd La Torre.

O álbum mescla as principais características da banda pré "Promised Land" (1994) com algum toque moderno com produção impecável e influencias de seu novo vocalista (vocal rasgado/agressivo). Você vai achar sons que encaixariam-se na proposta tanto do Empire, quanto do Operation Mindcrime. Enfim, é uma FELIZ "volta aos trilhos", welcome back, Queensryche!

Você tem que ouvir: "In This Light"
(Por sinal, essa caberia fácil no "Empire"(1990))
____



Então, este é meu humilde Top10 de 2013, com um belo atraso de 15 dias (aqui ainda é dia 15). Agradeço a todos pela atenção, e já tenho 2 reviews engatilhados, então... meu sumiço cessará por algum tempo (espero).

Próspero 2014 a todos!
Postar um comentário