24 de ago de 2012

Jon Jones nocauteado antes de lutar!


O UFC 151 prometia um duelo de gerações, Dan Henderson, veterano campeão do Pride e Strikeforce lutaria contra a promessa Jon Jones, campeão incontestável dos meios pesados do UFC no dia 01 de Setembro.

A expectativa era grande, Jones favorito travaria uma batalha em que tudo era favorável, mais alto, jovem, mais pesado e forte que Henderson, que por sua vez sempre mostrou coração e uma direita demolidora.

Contudo, ontem dia 23 de Agosto, o inabalável Jon Jones tomou o golpe mais duro da carreira, Henderson se machucou há três semanas, e o falastrão Chael Sonnen, companheiro de treinos na Team Quest entrou no circuito, após provocar Jones no Twitter semanas antes.

Pois bem, Henderson foi cortado, Sonnen bom promotor que é, se ofereceu para lutar "destreinado"e "doando sua bolsa" no dia 01, mas Jones ofendido negou a luta, resultado UFC 151 foi cancelado. A ira de Dana White contra Jones e seu treinador Greg Jackson foi noticiada numa conferência sobre o cancelamento do evento, a falta de planejamento do card é um fator latente para isso, já que deveria ter mais lutas para atrair o público, porém a recusa de Jon Jones foi ingrata, anti profissional e mostrou que o campeão tem fraquezas.

Jones não retribuiu todo o favor que Dana White fez a ele nesses anos, mesmo que ele conquistou o cinturão com seu talento  nato, o mandatário do UFC sempre tratou o campeão com dignidade, patrocinando o atleta e possibilitando, inclusive, um contrato com a Nike.

Sonnen derrubou Jones sem dar um golpe, Greg Jackson se sujou, já que ao invés de apoiar seu pupilo, e encorajá-lo a aceitar uma luta que casa bem com seu estilo, aderiu a um discurso hipócrita e covarde, e falou que 8 dias era muito pouco para se preparar, faltou gratidão ao campeão e sua equipe.

No fim das contas Lyoto Machida não conseguiria lutar dia 22 de setembro, no UFC 152, declinando a proposta do UFC, Vitor Belfort, que estava nos médios recebeu um telefonema de Frank Fertitta e aceitou o desafio, e até esta data vai pegar o favorito Jon Jones no Canadá, entra como franco atirador.

Independente do resultado, Jones já entrou como perdedor para o público, o UFC e a grande maioria dos lutadores, inclusive aqueles que gastaram dinheiro nos camps para o UFC 151.

Jon "Bones"Jones foi nocauteado sem lutar.
Postar um comentário