6 de mar de 2013

UFC ON FUEL TV 8 - O Japão tem um dono!



O UFC ON FUEL TV ocorreu no último sábado no Saitama Super Arena, antigo palco do PRIDE FC e em uma noite em que os fãs viram o MMA de alto nível de volta ao Japão pudemos presenciar combates interessantes, com um final espetacular!

Vitórias Tranquilas

No card principal tivemos bons combates como o do brasileiro Rani Yahya vencendo o lutador da casa Mizuto Hirota e o coreano Dong Hyung Kim batendo Siyar Bahadurzada , ambos vencedores usaram muito bem a luta agarrada e levaram a luta na decisão, com relativa sobra.

Rani sofreu mais no terceiro round quando Hirota dominou e até arriscou finalização no braço, muito bem defendida, mas no geral Yahya venceu bem os dois rounds anteriores e mereceu a vitória. Já Dong Hyun Kim não tomou conhecimento de Siayr e venceu facilmente, levando a luta para o chão e dominando completamente o afegão.


Resultados Polêmicos

Yushin Okami e Hector Lombardi fizeram uma luta movimentada e díficil de julgar, Okami anulou bem a explosão do cubano, porém Lombardi levou perigo e chegou a pressionar o japonês. O primeiro round foi muito equilibrado, Okami trabalhou a queda, e levou a luta para baixo, mas Lombard se recuperou e partia para o ataque. No segundo round, Okami colocou mais pressão, derrubou e controlou a luta deixando seu adversário claramente frustrado, uma vez que o mesmo não conseguia raspar. O terceiro round foi mais pegado, Lombard partiu para cima, soltando golpes chegou a balançar o japonês, que a todo instante tentava o clinch. A luta foi complicada e julgar, eu daria a vitória para Okami, entretanto houve controvérsia, tanto que a decisão foi dividia. Okami foi declarado o vencedor.

O mesmo filme se repetia, Diego Sanchez enfrentou a lenda do PRIDE Takanori Gomi, o combate tinha tudo para ser eletrizante, com Sanchez derrubando e Gomi golpeando, entretanto a luta foi morna, com poucos destaques como uma queda e um Leg Lock de Sanchez que foi defendida e algumas sequencias de Gomi que dominou o centro do octagon e foi mais agressivo, merecia a vitória. Entretanto Diego Sanchez venceu na decisão dividida dos juízes. Mas o próprio Dana White anotou no twitter vitória para o japonês!



Emoções dignas do PRIDE

O momento do nocaute!
Stevan Struve encarou o durísssimo ex campeão do K-1 Mark Hunt, os dois pesos pesados protagonizaram um duelo interessante, o Gigante Struve começou melhor, raspou e montou, chegando a castigar Hunt na posição, mas não conseguiu ajustar a posição para finalizar o combate, e desse momento em diante Hunt cresceu no combate. Perdendo o primeiro round, o Neo Zelandês partiu para cima, golpeando com suas mãos pesadas, Struve acusava os golpes e chegou a levar uma queda e teve sua guarda passada.
O último round mostrou Struve cansado, e mesmo com a diferença enorme de envergadura pouco aproveitou, Hunt esquivava e usava paradas de mão, encurtando e soltando golpes precisos, um direto enciaxou no queixo e implodiu o Holandês, que teve o maxilar fraturado. Hunt anota sua quarta vitória consecutiva no UFC.

Wanderlei e Stann troca franca!
Wanderlei Silva e Brian Stann também protagonizaram uma guerra, uma luta boa de assistir, entretenimento puro para os fãs, troca de golpes duríssimas, knockdowns, clinches e muita pancada! O main event levantou o Saitama Super Arena, e quando Wanderlei abriu o nariz de Brian Stann ainda no primeiro round ele iniciou sua vitória, já que mesmo sendo pressionado, segurou o ímpeto e levou a luta para o segundo round. Com jabs, ele foi acertando o nariz do americano, que já perdera potência, e com um cruzado e um direto, conseguiu o nocaute! Sensacional, Wanderlei Silva mostrou que o Japão tem um dono, e reviveu os bons tempos do PRIDE.

Resultado dos palpites: 3 Erros ( Okami, Hunt e Wanderlei SIlva)  3 Acertos (Rani Yahya, Don Hyung Kim e Diego Sanchez)
Placar Geral: 17 Acertos e 14 Erros =  55% de Acerto
Postar um comentário