3 de set de 2015

Lamb Of God - VII : Sturm Und Drans


Nota: 9,5

O Heavy Metal tem uma incrível capacidade de se atualizar sem, as vezes. apresentar algo 100% novo mas adicionando elementos de difícil mensuração em termos de inovação, e quando ouvimos o Lamb Of God temos essa sensação, não é algo 100% novo porém é atual, forte e empolgante.

A banda já é veterana, com seu inicio nos anos 2000 mas é considerada da nova geração do Metal Americano, uma safra excelente que por alguns anos foi vista com desconfiança por parte retrógrada do público, nomes como Slipknot, Mastodon, Lamb Of God, Trivium e tantos outros carregam a força do estilo e mantém em alta a popularidade mundo afora.

Em Sturm Und Drans (título em alemão com tradução livre Tempestade e Stress no português) o Lamb Of God atingiu resultados espetaculares mesclando muito bem o estilo pesado e visceral com técnica e melodia, para uma analogia de estilo musical, seria como um encontro entre Pantera, Sepultura e Metallica com toques de Death Metal, mas se engana quem acha que os caras se limitam a isso.

Still Echoes é uma avalanche Death Metal liderada pela bateria cavalar de Chris Adler e pelos vocais insanos e urrados de Randy Blythe, um verdadeiro cruzado no queixo de quem coloca o disco e espera por introduções menos diretas, Erease This começa com harmonias das guitarras da dupla Mike Mortom e Willie Adler e desemboca numa porrada digna de moshes, além do grande refrão.

Sem perder o pique 512 é pesada e angustiante, retrata os tempos em que Randy Blythe ficou preso na Republica Checa após um incidente com um fã, um momento sublime com um belo solo de guitarra, Embers tem a participação de Chino Moreno (vocal do Deftones).

O entrosamento do Lamb of God é latente, tanto que chegamos na metade do play sem perceber, Overlord começa com vocais limpos de Blythe, alternando harmonias de guitarras que lembram uma fusão de Pantera com Alice In Chains, e descamba para um Thrashão daqueles, uma faixa acessível e sensacional.

O groove comanda o disco, a dupla Chris Adler e John Campbell são protagonistas e tornam o som  preenchido e pesado, Engage The Fear Machine é um bom exemplo disso, para fechar o petardo  Delusion Pandemic implode nossos ouvidos com uma parede de riffs destruidora e Torches acaba de moer nossos ouvidos com uma pegada Stoner Metal indefectível.

Sem frescuras, com muita qualidade e profissionalismo, o Lamb of God assume o posto de banda grande e impressiona. Obrigatório!



512


Overlord




A Banda

Randy Blythe (Vocal)
Mike Mortom (Guitarra)
Willie Adler (Guitarra)
John Campbell (Baixo)
Chris Adler (Bateria)

Ouça no Spotify

 VII : Sturm Und Drans (2015)

Postar um comentário