10 de out de 2014

10 discos dos anos 2000 (não tão) óbvios de Thrash Metal





O Thrash metal é um estilo que explodiu na década de 80 e 90 fundindo o Heavy Metal, Punk Rock e traços de Hardcore, grandes bandas americanas como Metallica, Slayer, Megadeth, Anthrax (chamados de big four recentemente) costumam  ser mais lembrados como referências e tem seus álbuns figurando em listas essenciais como muita justiça, mas o que existe além dessas feras todas? 

Tem muitas coisas legais para conhecer desse sub gênero desde veteranos até novidades. Vou listar  10 álbuns dos anos 2000 em diante, a idéia é mostrar várias gerações, para quem conhece vale a menção, quem ainda não ouviu, pode ganhar novas opções.

Vale lembrar que não citarei nada do Big Four aqui, mesmo tendo discos muito bons no período. 

A ordem não implica em comparações de bandas apenas minha preferencia dentre os citados.




# 10 - Savage Messiah - The Fateful Dark (2014)




Os novatos ingleses do Savage Messiah fizeram bonito, já resenhei esse disco aqui no Its Electric, é uma banda da nova safra que tem como matriz o Thrash Metal mas com influências tradicionais e mais melódicas. Vale conferir, tudo muito bem tocado, e com composições bem interessantes.

Destaques: Iconocaust, Hellblazer, Fateful Dark


Hellblazer




#09 - Woslom - Evolustruction (2013)




Grata revelação, o Woslom é uma das novidades do cenário nacional, a banda é de São Paulo e vem se firmando, já excursionou 2 vezes na Europa. Evolustruction foi destaque do ano passado, um Thrash Metal que remete ao Testament devido a mescla de arranjos complexos com passagens bem pesadas. Composições boas, boa produção e competência.

Destaques: Evolustruction, Pray To Kill, New Faith.


 New Faith





#08 -  Exodus - Tempo Of The Dammed (2004)





O Exodus é um dos pilares do Thrash Metal e uma das pioneiras do estilo quando lançou o clássico Bonded By Blood (1985), após mudanças e um hiato de 12 anos o Exodus voltou a ativa com um dos melhores registros da carreira. Tempo Of The Dammed é uma pedrada, Gary Holt liderou a banda para um novo caminho, a produção de Andy Sneap ressaltou o peso e a agressividade, o vocalista Steve "Zetro" Souza fez seu melhor trabalho a frente da banda até o momento. Clássico!

Destaques: Scar Spangled Banner, Black List, Tempo Of The Dammed


Tempo Of The Dammed





#07 -  Overkill - Ironbound (2010)





O Overkill é incansável, Bobby Blitz (vocal) e DD Verni (baixo)  lideram a banda desde o inicio dos anos 80, os nova iorquinos já possuem muitos clássicos em sua vasta discografia e Ironbound representa um clássico mais atual, com a mesma pegada insana e muita energia eles arrebentaram tudo com riffs inspirados, vocais rasgados e uma cozinha demolidora. Ouça, vale a pena!

Destaques: Ironbound, Bring Me The Night,  Endless War




Bring Me The Night





#06 - Soulfly - Dark Ages (2005)





Quando Max Cavalera decidiu reduzir os experimentos do Soulfly e caminhar para suas raízes tomou a decisão correta, Dark Ages é um marco na carreira da banda, encontrando o equilíbrio entre experimentos e agressividade notamos toda a qualidade de Max como mastermind. Um som pesado, recheado de grooves e grandes arranjos. Thrash Metal moderno com muita qualidade. estaque para os solos de Mark Rizzo.  Um Petardo!

Desatques: Babylon, Arise Again, Frontline



Arise Again




#05 - Evile - Skull  (2013)





Mais um nome da nova geração, os ingleses do Evile praticam um Thrashão clássico, bebendo diretamente das fontes do Metallica e Slayer, a influência desses nomes é latente. O grande trunfo dos caras é acertar a mão nas composições, as músicas empolgam e a performance dos músicos é um atrativo a mais. Um grande disco do gênero.

Destaques: Skull, Tomb, What You become


Skull




#04 - Nevermore - This Godless Endeavor (2005)




O Nevermore faz uma falta tremenda para quem gosta de um som pesado e obscuro, em This Godless Endeavor a turma de Seattle caprichou, estruturas grandiosas, velocidade, peso e momentos melancólicos como de costume, grandes músicas e um conteúdo lírico complexo. Excelente, um dos melhores discos dos caras.

Destaques: Born, My Acid Words, This Godless Endeavor

Born 





#03 -  Korzus - Discipline Of Hate (2010)





O Korzus é uma das instituições do metal brasileiro, na ativa há 30 anos eles não perderam a mão, pelo contrário seus registros mais recentes soam mais fortes do que nunca, após o excelente Ties of Blood (2004) eles voltaram ainda mais afiados, Discipline Of Hate é uma aula de Thrash Metal, e pode ser colocado facilmente como um dos grandes registros do gênero. A produção assinada por Marcelo Pompeu e Heros Trench é digna de aplausos. Não conhece? Faça um favor a você mesmo!

Destaques: Discipline Of Hate, 2012 , Raise Your Soul


Discipline Of Hate





#02 -  Testament - Dark Roots Of  Earth (2012)





Mais um ícone do estilo, o Testament tem uma rica discografia recheada de clássicos eternos da música pesada, em Dark  Roots Of Earth eles não brincaram em serviço e trouxeram um disco forte, pesado e altamente técnico. Se você ainda não ouviu não sabe o que está perdendo. (Acessem o review que fiz do disco aqui)
Destaques: Native Blood, True American Hate, Cold Embrace


Native Blood




#01 - Machine Head - The Blackening (2007)





O Machine Head teve seus altos e baixos desde sua estréia em 1994, aos poucos Robin Flynn foi reencontrando sua inspiração até chegar no imponente The Blackening, um dos melhores discos de Heavy Metal da década passada. O registro é emblemático e brinda os ouvintes com uma sonoridade destruidora carregada de melodias irrepreensíveis. James Hetfield citou The Blackening como um dos melhores discos que ele ouviu nos últimos anos. Obrigatório!


Destaques: Clenching The Fists Of Dissidents, Wolves, Farewell To Arms


Clenching The Fists Of Dissidents



Postar um comentário