27 de fev de 2012

UFC 144 - De volta ao Japão!

Depoi de  eventos menores nas últimas semanas o UFC voltou ao Japão com um evento recheado de estrelas com um card de primeira linha, e as lutas finalmente corresponderam, fazendo deste um dos melhores shows do ano.

Pettis no momento exato do chute
Após um bom card preliminar com a derrota do astro Kid Yamamoto que foi finalizado pelo inglês Vaungh Lee   e a vitória do ex-campeão dos leves do PRIDE Takanori Gomi, por TKO, vem o card principal com excelentes lutas.

Anthony Pettis nocauteou Joe Louzon com um chute alto perfeito no primeiro round, Pettis deu um grande passo rumo ao title shot.

O Americano Tim Boetsch protagonizou a virada da noite, ao nocautear Yushin Okami, que vinha dominando amplamente os dois primeiros rounds, tudo indicava que Okami nocautearia Boetsch,  até que no terceiro round, com uma seqüência de uppers do  americano, Okami vai a nocaute , e Boetsch avança para o top 10 da divisão dos médios.

Shields escalando Akyama
Jake Shields e Yoshiro Akyama destoou e foi a luta mais fraca do card principal, Shields levou na decisão, mas sem grandes méritos, destaque as belas quedas do Japonês com um Harai Goshi e um Osoto Gari, perfeito... mas Shields consegiu impor seu jogo, e acertou mais golpes e pegou as costas do Japonês. Vencendo a luta.

Outra boa surpresa da noite foi a vitória do veterano do K-1 e Pride Mark Hunt nocauteando o francês Cheick Kongo no primeiro round, com golpes demolidores,  marcando 3-1 no UFC, aos poucos Hunt vem avançando nos Pesos Pesados.

Hunt acertando um Jab em Congo














Ryan Bader acertando um overhand e balançando Rampage
A decepção da noite fica por conta de Quinton "Rampage" Jackson lutando com a torcida ao seu favor, e na terra onde se consagrou no PRIDE, Rampage entrou fora de forma e foi facilmente dominado por Ryan Bader, que com seu Wrestling de ponto dominou e retomou o caminho da vitória e voltou ao páreo dos Meio Pesados.

Edgar levando Henderson para o chão
A luta principal reviveu os grandes duelos do Pride, durante 5 Rounds Frankie Edgar e Ben Henderson travaram uma batalha sensacional, a luta transcorreu em pé, no clinch e no chão. Muito equilibrio, porém uma pedalada certeira de Henderson no segundo round mudou o curso da luta, quebrando o nariz de Frankie, que como sempre, com muito coração partiu para cima!

Luta sensacional, Henderson ganhou na decisão dos juízes, faturou o cinturão dos leves, resultado justo, porém cogitaram uma revanche, veremos...

Henderson golpeou com precisão.
Particularmente prefiro uma luta entre Pettis e Henderson fazendo a revanche da luta de ambos no WEC, na qual Pettis venceu, e se tornou campeão. Grande noite, e que o MMA volte a crescer no Japão!








Postar um comentário