21 de dez de 2016

Os melhores albuns de rock/metal de 2016



Mais um ano se passou na velocidade do som, talvez um dos anos mais longos da história recente da humanidade, 2016 foi cheio de reviravoltas, surpresas, reafirmação de valores que andavam meio esquecidos na já caquética ditadura do politicamente correto, enfim um ano difícil, desgastante mas  memorável.

Confesso, não tão memorável para esse humilde blog, tivemos pouco tempo para atualiza-lo como merece, sabe como é a vida adulta cobra dedicação e tempo, mas ao menos mantivemos a chama viva, e ainda neste mês de Dezembro vislumbramos mais atualizações, prometo um 2017 melhor!

No campo musical não posso reclamar de 2016, acredito que o Andreh também não, diversos lançamentos, muitos discos interessantes, das mais diversas gerações e nacionalidades, um dos gigantes que andou meio dorminhoco, me refiro ao Metallica, deu as caras e uma bela sacudida no cenário, a boa fase do rock e metal progressivo se fez presente com os ingleses do Hakken e por ai vai, além de algumas doloridas decepções, faz parte. 

O bom disso tudo é que escolher dez discos e alguns outros destaques foi uma árdua missão, bom  sinal que se produziu música de qualidade!



O Alter Bridge é um grande nome, em seus cinco discos demonstram uma determinação invejável, proposta sonora interessante e uma boa dose de livre arbítrio para transitar entre várias vertentes. The Last Hero é cativante, cheio de boas idéias e uma perfomance irretocável, poderia ser mais curto? Sim, mas isso não tira o poder do disco. Destaques: Show Me A Leader, My Champion, The Last Hero


O bluesman Joe Bonamassa é o maior nome de uma nova geração de guitarristas, um vocalista habilidoso e um instrumentista espetacular, o novo disco de Joe é certeiro, um trabalho autoral que reforça sua veia de compositor completo. Obrigatório! Destaques: Drive, No Good Place For The Lonely, How Deep Thsi River Run





Mais uma vez o Brasil veio bem representado, A Near Life Experience é o terceiro e melhor disco do Woslom, canções fortes, arranjos bem elaborados, maturidade e bastante potência, os caras podem se tornar expoentes mundiais do gênero. Destaques: Underworld Of Agression, A Near Life Experience e Brokenbones

07-  Hangar - Stronger Than Never



Uma das surpresas do ano, o Hangar retornou com material após um breve hiato devido a agenda movimentada de Aquiles Priester, e a espera valeu a pena, praticando um misto entre Power Metal, Progressivo e toques bem pesados de groove, vale conferir a abordagem moderna a uma formula que dá sinais claros de desgaste. Destaques: Reality is a Prision, The Silence Of Inocente e Hangar Of Hannibal

06-  Scorpion Child - Acid Roulette




Vindo de Austin no Texas o Scorpion Child lançou seu segundo disco recheado de boas músicas, o estilo setentista se mescla a toques de NWOBHM gerando uma combinação agradável, ótimas músicas, muito bem executadas, bom gosto a toda prova. Destaques: My Woman In Black, Twilight Coven e Moon Tension


05 -  Megadeth - Dystopia



Dave Mustaine, David Ellefson, Kiko Loureiro e Chris Adler, precisa dizer mais? Dystopia é um disco colossal do Megadeth! Destaques: The Treat Is Real, Dystopia e Call To Arms



Magma é um disco poderoso, Heavy Metal de vanguarda praticado pelos franceses, um encontro de influências fantástico, groove, peso, passagens progressivas envoltos de uma densidade sonora abissal, quem disse que a música pesada não produz mais grandes bandas? Destaques: Silvera, Magma e Pray

03- Haken - Affinity




Formado da Inglaterra, berço do Rock Progressivo o Haken é uma das maiores revelações da cena progressiva, constroem harmonias complexas, alternado leveza e acordes refinados com passagens mais pesadas e distorcidas. Um dos melhores discos do gênero dos últimos anos. Destaques: Initiate, The Architet e The Endless Knot

02 - Testament - The Brotherhood Of The Snake




Alguém ainda dúvida da capacidade do Testament em produzir grandes discos? Os quatro anos de espera valeram a pena, e mostrou quão forte é o som do quinteto, técnica, peso, velocidade em prol da música. Mais um clássico! Destaques: The Brotherhood Of The Snake, Centuries Of Suffering e Neptune's Spear 





Sem maiores delongas, o Metallica é a maior (vejam bem MAIOR não MELHOR) banda de Heavy Metal do planeta, demorou oito anos para o sucessor do ótimo Death Magnetic, e quando o fez, bem, simplesmente não deixou pedra sobre pedra! Destaques: Hardwired, Now That You 're Dead e Spit Out The Bone

Quase Entraram 

Last In Line - Heavy Crown 

A Homenagem ao saudoso Ronnie James Dio é digna de aplausos, foi o disco que quase entrou no top 10, Heavy Crown é espetacular grandes músicos fazendo música de primeria com um tom saudosita bom de ouvir, que venha o segundo trabalho.

Metal Church - IX

O retorno de Mike Howe fez bem aos veteranos de Seattle, um grande disco de uma banda cult do gênero.


Rival Sons - Hollow Bones

Rival Sons  é o grande nome do Rock da nova geração, sempre com grandes lançamentos dentro de uma proposta interessante, Rock esperto com um ar setentista indefectível.


Decepções 

Dream Theater -  Astoshining

Sou um grande fã do Dream Theather, a banda que já produziiu trabalhos espetaculares em sua longa carreira e vem conseguindo se manter relevante após tantos anos, pois bem a nova empreitada não me cativou, a história é fraca, e falta grandes músicas, valeu a ousadia, apenas isso...

Volbeat - Seal The Deal & Let's Boogie

O Volbeat é uma das melhores bandas da nova safra, som arrojado, melodias cativantes e muita criatividade, entretanto o último disco dos caras é bem aquém das expectativas, mal acabado sem pegada, fica para a próxima.

Que venha 2017!

Postar um comentário