11 de mar de 2016

UFC Fight Night 84 e UFC 196 - O preço da arrogância.



Os dois últimos finais de semana foram agitados para o UFC, dois dos maiores astros da organização, do passado temos  Anderson Silva e do presente Conor McGregor, duas figuras controversas, lutadores carismáticos e talentosos que explodiram em popularidade.

Mesmo que em momentos distintos da carreira, Anderson já é consagrado está a pouco tempo de sua aposentadoria, McGregor chegou tomando o UFC de assalto e deu um grande impulso em um momento que a organização precisa de novos ídolos.


Bisping foi guerreiro
Pois bem, ambos cometeram o mesmo erro, subestimar seus adversários com uma postura arrogante, Anderson lutou contra Michael Bisping na Inglaterra e a impressão que nocautearia a todo o momento atormentou os fãs, sem "puxar o gatilho" o brasileiro castigou o inglês que com raça não deixou barato e a todo instante agredia o favorito, levando o ex-campeão a um knockdown no segundo round.

Entretanto com mais volume, Bisping levou a luta (mesmo com um suposto nocaute no terceiro round, com uma joelhada em que Anderson saiu comemorando) e o brasileiro que podia ter vencido em diversos momentos, saiu derrotado.

Já McGregor enfrentou Nate Diaz na categoria dos meio medios, 77 kgs, duas categorias acima do peso, uma vez que estava sem adversário após a lesão de Rafael dos Anjos,  a luta foi franca, McGregor acertou golpes duros e venceu o primeiro round. Diaz aproveitou sua envergadura e resistência, acertou potentes golpes e joelhadas, McGregor derrubou Nate, foi raspado, tomou a montada e finalização por mata-leão, Diaz estragou a festa de McGregor.


Diaz baixou a bola de McGregor

Resultado dos palpites UFC Fight 84 e UFC 196:  4 Acertos ( Tom Breese,  Gerard Mousasi, Corey Anderson, Ilir Latifi, )  5 Erros (Brad Pickett, Michael Bisping, Amanda Nunes, Misha Tate e Nate Diaz Placar Geral: 12 Acertos, 11 Erros => 52% de acerto.
Postar um comentário