21 de jan de 2016

UFC Fight Night 81 - A redenção de Dominick Cruz


Confesso que Dominick Cruz era passado para mim nos idos de 2013 e 2014 quando foi praticamente aposentado devido a inúmeras lesões e cirurgias complicadas, após um breve e arrasador retorno em 2014, nova lesão e esse ano veio seu momento de glória.

Não me entendam mal, Dominick Cruz desfrutou de glórias ao ser campeão do WEC e UFC pela primeira vez, mas nada supera sua vitória sobre TJ Dillashaw, uma verdadeira redenção e um show de superação, e essa luta do último sábado foi surpreendente pois, mesmo todos sabendo que Cruz é de fato um lutador melhor que TJ, o tempo de inatividade e a fase do então campeão eram mais favoráveis, entretanto seu espirito vencedor falou, ou melhor rugiu, mais alto.

Foi uma batalha digna de campeões, cinco rounds bem disputados mas a superioridade de movimentação, quedas e precisão de Cruz fizeram a diferença, principalmente nos três primeiros rounds, TJ estava claramente perdido, e um dos únicos acertos foram os poderosos low kicks que minaram a excelente movimentação do adversário nos últimos dois rounds, entretanto, isso foi insuficiente uma vez que a luta só mudaria de lado se Dillashaw conseguisse uma superioridade muito ampla, o que de fato não ocorreu.

Dominick Cruz venceu com justiça e é novamente o campeão peso galo do UFC. Um momento histórico e inspirador!









No Co Main Event Eddie Alvarez bateu Anthony Pettis em um combate morno, ao meu ver Pettis foi mais efetivo nos golpes, mas Alvarez dominou ações amarrando a luta e expondo o maior defeito do ex-campeão dos leves, o jogo de grappling. De fato esperava mais dessa luta.


Resultado dos palpites  UFC Fight Night 81: 1 Acerto ( Travis Browne) 3 Erros ( Trinaldo, Alvarez e Dominick Cruz) Placar Geral: 1 Acerto, 3 Erros 


Postar um comentário